21/09: Stephen King completa 64 anos!

Há 64 anos atrás nascia uma verdadeira lenda da literatura contemporânea. Stephen Edwin King, nascido em Portland, no Maine, lecionou inglês na Universidade do Maine em Orono, onde escrevia regularmente de uma coluna intitulada King´s Garbage Truck” para o jornal Maine Campus”. Cresceu lendo historias em quadrinhos de terror e literatura fantástica, com influências como H.P Lovecraft e J.R.R Tolkien.

Sua primeira venda profissional foi o conto “The Glass Floor” (O Chão de Vidro) para uma revista chamada Startling Mystery Stories. Seu primeiro romance publicado, Carrie (Que, a propósito, também está fazendo aniversário: PARABÉNS CARRIE! 53 anos, se viva fosse), teve uma adaptação cinematográfica de grande sucesso pelas mãos do diretor Brian de Palma.

Nós, administradores do portal stephenking.com.br e todos os fãs brasileiros desejamos um feliz aniversário ao Sr. King e o que o senhor continue, por muitos outros anos compartilhando seu talento mórbido e espetacular conosco!

Cronologia com os principais eventos que marcaram a vida do Sr. King

1914

– Nasce Nellie Ruth Pillsbury, filha de Guy Pillsbury e Nellie Pillsbury.

1945

– Nasce David Victor King, irmão adotado de Stephen. Ele é adotado no mesmo ano por Donald e Ruth.

1947

– Em 21 de Setembro, nasce Stephen Edwin King, filho de Donald Spansky (que mais tarde mudou seu próprio nome para Donald Pollack, e finalmente para Donald Edwin King) e Nellie Ruth Pillsbury, no Portland General Hospital, Maine, contra todas as expectativas, já que Ruth havia sido informada de que nunca poderia gerar filhos.

1948

– O casamento entre Donald, que trabalhava como marinheiro mercante, e Ruth pouco a pouco vai se desintegrando com brigas e conflitos.

1949

– Certo dia, Donald King diz para Ruth que vai sair para comprar um maço de cigarros. Ele nunca mais volta.

1959

– Stephen descobre seu talento, escrevendo artigos para o jornal local de David (“Dave’s Rag”), e suas opiniões sobre os programas que passavam na TV. Inspirado pelo relativo sucesso deles, Stephen passou a vender contos que escrevia por 30 centavos. Ele fazia o mesmo na escola, até que os professores de lá o obrigaram a parar.

– Stephen acha na casa de sua tia Emrine uma caixa cheia de revistas velhas de horror e ficção-científica, assim nasce sua paixão pelo gênero.

1962

– Stephen entra para a Lisbon Falls High School, onde conhece uma menina pobre que é caçoada por todos no colégio. Eventualmente seria uma de suas inspirações para Carrie, a Estranha.

1966

– Stephen ingressa na Universidade do Maine, em Orono, onde faz curso de Inglês. Lá, conhece uma moça chamada Tabitha Spruce, por quem se apaixona perdidamente.

1967

– Stephen faz sua primeira venda profissional, vendendo o conto “The Glass Floor” (O Chão de Vidro) para uma revista chamada Startling Mystery Stories.

1970

– Nasce a primeira e única filha de King e Tabitha, Naomi Rachel King.

– Na Universidade do Maine, Stephen Edwin King se forma, ele agora é um Bacharel em Ciências e Letras.

1971

– A 2 de Janeiro, Stephen King se casa com Tabitha Spruce, agora Tabitha Spruce King.

1972

– Em 4 de Junho, nasce o primeiro filho do casal, Joseph Hillstrom King.

1973

– Morre Ruth King, de câncer de pulmão.

1974

– O primeiro livro de King, Carrie, a Estranha (Carrie) é publicado pela editora Doubleday. King recebe 2.500 dólares de adiantamento. Os direitos da brochura são vendidos por 400 mil dólares, King fica com a metade. O livro é dedicado a sua esposa Tabitha, que o convenceu a continuar a escrever Carrie (que originalmente seria um conto), que por achar que estava ruim demais, o havia jogado no lixo.

1975

– A Hora do Vampiro é publicado pela Doubleday. O livro originalmente se chamaria “Second Coming”, mas Tabitha convenceu Stephen a mudar o título, argumentando que havia uma certa conotação sexual nele (“coming” significa, em português, “gozada”). Ele mudou então para Jerusalem’s Lot, a Doubleday não quis, pois ironicamente, desta vez o título parecia religioso demais. King então encurtou o título que permanece até hoje, (‘Salem’s Lot). King dedica o livro à sua filhinha Naomi.

1976

– Em Novembro, é lançada nos cinemas do E.U.A. pela MGM, e dirigida por Brian De Palma, a adaptação cinematográfica de Carrie, nomeada “Carrie, a Estranha”.

1977

– Dia 21 de Fevereiro, nasce o último filho do casal, Owen Phillip King.

– No dia 28 de Março, o Oscar de 1977 acontece e, entre as candidatas a melhor atriz e melhor atriz coadjuvante estão Sissy Spacek e Piper Laurie, respectivamente, infelizmente nenhuma das duas leva um Oscar por Carrie, a Estranha.

– King e a Doubleday lançam O Iluminado (The Shining), que originalmente possuía mais de 500 páginas, e foi cortado a pedido da editora para manter o preço do livro abaixo de 10 dólares. A dedicação desta vez é para o pequeno Joe Hill.

– A 13 de Setembro nasce o que seria a sombra de Stephen King por 8 anos, seu pseudônimo, Richard Bachman, junto com sua primeira publicação, Fúria (Rage), editada pela Signet Books, dedicado à Susan Artz e WGT.

1978

– Doubleday publica a primeira coletânea de contos de King publicados nos anos 70 em diferentes revistas, entitulada Sombras da Noite (Night Shift).

– Alguns meses depois, seria a vez da publicação do maior de todos os livros já escritos pelo autor, A Dança da Morte (The Stand), sobre um futuro obscuro e apocalíptico para todos nós. Até então, o livro tinha pouco mais de 800 páginas. Ele foi dedicado à sua esposa Tabitha, mais uma vez.

1979

– King muda de editora, Doubleday agora é passado, King passa a publicar seus próximos livros pela editora Viking.

– Em Julho, Signet lança o segundo romance de Bachman, A Longa Marcha (The Long Walk). Dedicatória para Jim Bishop, Burt Hatlen e Ted Holmes.

– E a estréia da Viking como editora se dá com A Zona Morta (The Dead Zone), dedicado à seu filho Owen, lançado em Agosto.

– Em Novembro, é lançada a mini-série nos E.U.A. pela Warner Bros., e dirigido por Tobe Hooper, a adaptação de A Hora do Vampiro, Os Vampiros de Salem (Salem’s Lot).

1980

– King publica seu primeiro livro de não-ficção, pela Everest House, trata-se de Dança Macabra (Danse Macabre), a quem ele dedica a “6 grandes escritores que ainda estão vivos”.

– Em Maio, Stanley Kubrick e a Warner Bros. lançam nos cinemas americanos a adaptação de O Iluminado (The Shining).

– Em Setembro, Viking publica A Incendiária (Firestarter), dedicado à memória da romancista Shirley Jackson. Somando os livros de ficção e os de Bachman, este é o décimo livro de King a ser publicado.

1981

– Signet publica em Março, o terceiro romance de Bachman, A Auto-Estrada (Roadwork), dedicado a Charlotte Littlefield.

– Em Setembro chega a vez de Cão Raivoso (Cujo), publicado pela Viking e dedicado ao seu irmão David.

1982

– Signet publica O Concorrente/O Sobrevivente (The Running Man) em Maio. É o quarto livro escrito pelo pseudônimo de King.

– A Junho deste ano, a editora Donald M. Grant, Publisher, Inc. lança o que seria o primeiro de sete volumes da saga épica criada por King, A Torre Negra: Volume I – O Pistoleiro (The Dark Tower: Volume I – The Gunslinger). Dedicado a Ed Ferman.

– Em Agosto, a Viking publica a primeira coletânea de noveletas de King, Quatro Estações (Different Seasons), o livro mostra que nem só de terror vive King, e faz um enorme sucesso. As histórias são dedicadas à Elaine Koster, Herbert Schnall, George McLeod, Peter Straub, Susan Straub, “Russ” e Florence Dorr.

– Em Novembro, é lançado nos cinemas dos E.U.A. pela Warner Bros., e dirigido por George A. Romero, Creepshow: Show de Horrores (Creepshow), uma filme-antologia com histórias criadas pelo próprio King, publicadas posteriormente.

1983

– King se despede brevemente da Editora Viking com Christine (Christine), dedicado a George Romero e Chris Forrest Romero.

– Em Agosto, é lançado nos cinemas dos E.U.A. pela Warner Bros., e dirigido por Lewis Teague, a adaptação de Cão Raivoso, Cujo (Cujo).

– Em Outubro, é lançado nos cinemas dos E.U.A. pela Paramount, e dirigido por David Cronenberg, a adaptação de A Zona Morta, Na Hora da Zona Morta (The Dead Zone).

– Em Novembro, King lança pela Doubleday um de seus maiores clássicos do horror, O Cemitério (Pet Sematary), dedicado a Kirby McCauley.

– Em Dezembro, é lançado nos cinemas dos E.U.A. pela Columbia, e dirigido por John Carpenter, a adaptação de Christine, Christine: O Carro Assassino (Christine).

– Como “cartões de natal”, partes de um romance entitulado “The Plant” são publicados pela Philtrum Press (editora do próprio King) e enviado a alguns amigos seus pelos três natais seguintes.

1984

– Em Março, é lançado nos cinemas do E.U.A. pela Angeles Entertainment Group, e dirigido por Fritz Kiersch, a adaptação do conto As Crianças do Milharal, Colheita Maldita (Children of the Corn), presente no livro Sombras da Noite (Night Shift).

– No dia 11 de Maio, a Universal lança nos cinemas americanos, a adaptação do livro A Incendiária, Chamas da Vingança (Firestarter), dirigido por Mark L. Lester.

– Em 8 de Novembro, King, unido à Peter Straub lança o que seria futuramente uma saga em três partes, contando as desventuras de Jack Sawyer, em O Talismã (The Talisman). Ambos os autores dedicam o livro às suas respectivas mães. O livro é publicado pela Viking.

– 11 dias depois, seria a vez de a editora NAL Books publicar o último livro de Richard Bachman – antes de sua morte por “câncer de pseudônimo”, de acordo com o próprio King, uma doença muito rara – A Maldição do Cigano (Thinner), dedicado à esposa, obviamente também fictícia do “autor”, Claudia Inez Bachman.

1985

– O disfarce de Stephen King é finalmente desmascarado, e descobre-se que “King é Bachman, e Bachman é King”.

– A Signet publica A Hora do Lobisomem (Cycle of the Werewolf), dedicado em memória de Davis Grubb. O livro havia sido publicado no ano anterior pela Land of Enchantment em uma edição especial limitada no formato de um calendário.

– Em Abril, a Universal lança nos cinemas americanos, Olhos de Gato (Cat’s Eye), mais um filme-antologia que adapta os contos O Ressalto (The Ledge) e Ex-Fumantes, LTDA. (Quitters, Inc.), presentes no livro Sombras da Noite (Night Shift), além de ter outra história feita originalmente para o filme, dirigido por Lewis Teague.

– No dia 21 de Junho, a editora Putnam publica Tripulação de Esqueletos (Skeleton Crew), a segunda coletânea de contos de King, publicados nas décadas de 60, 70 e 80, é dedicado para Arthur e Joyce Green.

– Já em Outubro, a Universal lança nos cinemas americanos, A Hora do Lobisomem (Silver Bullet), baseado no livro A Hora do Lobisomem (Cycle of the Werewolf), é dirigido por Daniel Attias.

1986

– Em Julho, a DEG lança nos cinemas americanos a adaptação do conto Caminhões (Trucks), Comboio do Terror (Maximum Overdrive), presente no livro Sombras da Noite (Nigh Shift), e dirigido pelo próprio Stephen King.

– Rob Reiner dirige Conta Comigo (Stand By Me), baseado no conto Outono da Inocência: O Corpo (Fall from Innocence: The Body), presente no livro Quatro Estações (Different Seasons). O filme é lançado no dia 8 de Agosto, pela Columbia Pictures nos cinemas americanos.

– À 15 de Setembro, a editora Viking publica uma das mais espetaculares novelas de Stephen King já escritas, A Coisa (It), dedicado à sua mãe, esposa, e filhos.

1987

– É o ano em que King bateu seu recordes de livros publicados anualmente: 4.

– 2 de Fevereiro: é lançado pela Viking, Os Olhos do Dragão (The Eyes of the Dragon), dedicado à Naomi Rachel King.

– No dia 30 de Março, Conta Comigo concorre ao Oscar na categoria Melhor Roteiro Adaptado, mas não ganha.

– No dia 1° de Maio, a Warner lança nos cinemas americanos a continuação de Creepshow, Creepshow 2: Arrepios do Medo (Creepshow 2), desta vez com três histórias, sendo que apenas uma dela é baseada numa história de King: A Balsa (The Raft), presente no livro Tripulação de Esqueletos (Skeleton Crew), o filme é dirigido desta vez por Michael Gornick.

– Já em Maio, Donald M. Grant, Publisher, Inc. publica a segunda parte da saga A Torre Negra, A Torre Negra: Volume II – A Escolha dos Três (The Dark Tower: Volume II – The Drawing of the Three), dedicado ao próprio Donald M. Grant.

– Em 8 de Junho, King lança um de seus maiores suspenses psicológicos, Angústia (Misery), dedicado à Stephanie e Jim Leonard, e publicado pela Viking.

– A Putnam lança em 10 de Novembro, a novela de ficção-científica/horror Os Estranhos (The Tommyknockers), ele é dedicado à Tabitha.

– Já em 13 de Novembro, a Braveworld Productions lança a primeira adaptação de um livro de Bachman: O Sobrevivente (The Running Man), dirigido por Paul Michael Glaser.

1988

– Para compensar a saturação de 87, em 88 o ano no mundo de King foi parado tanto para os livros quanto para o cinema. Entretanto, em Novembro, ele se uniu ao fotógrafo f-stop Fitzgerald para fazer o livreto Nightmares in the Sky, trata-se de um livreto com fotos de gárgulas, em que King contribuiu com alguns textos.

1989


– Em 10 de Agosto, King participou de uma compilação de contos, chamada Dark Visions, contribuindo com três, Dedicatória (Dedication), Par de Tênis (Sneakers), e The Reploids, sendo que as duas últimas foram republicadas alguns anos depois na coletânea de contos Pesadelos e Paisagens Noturnas.

– No primeiro dia de Novembro, a Viking lança a primeira parte da trilogia Castle Rock, a novela A Metade Negra (The Dark Half), dedicado a Peter e Shirley Sonderegger.

– Mary Lambert dirige Cemitério Maldito (Pet Sematary), baseado no livro O Cemitério (Pet Sematary). O filme é lançado no dia 23 de Novembro, pela Paramount Pictures nos cinemas americanos.

1990

– No dia 4 de Maio, é lançado nos cinemas americanos, Contos da Escuridão (Tales from the Darkside: The Movie), mais uma antologia de história, das quais apenas uma é baseada numa história de King, The Cat from Hell, o filme foi drigido por John Harrison.

– Em Maio a Doubleday relança A Dança da Morte em sua versão íntegra com mais de 300 páginas a mais.

– Já em Setembro a Viking lança a segunda coletânea de noveletas (uma das quais possui a segunda parte da trilogia de Castle Rock), Depois da Meia-Noite (Four Past Midnight), as histórias são separadamente dedicadas a Joe Hill, Chuck Verrill, e em memória do romancista John D. MacDonald.

– Em Outubro, nos cinemas americanos estréia A Criatura do Cemitério (Graveyard Shift), baseado no conto Último Turno (Graveyard Shift). O filme é dirigido por Ralph S. Singleton.

– Estreava nas TVs americanas, no dia 18 de Novembro, a adaptação em mini-série It: Uma Obra-Prima do Medo (It), baseado no livro A Coisa (It). A mini-série foi lançada pela Warner Bros. e dirigida por Tommy Lee Wallace.

– No dia 30 de Novembro, estreia nos cinemas americanos Louca Obsessão (Misery), baseado no livro Angústia (Misery). O filme é dirigido por Rob Reiner e lançado pela MGM.

1991

– No dia 25 de Março, a atriz Kathy Bates ganha o Oscar de Melhor Atriz por sua interpretação de Annie Wilkes em Louca Obsessão (Misery).

– Em Maio, estreava o telefilme Às Vezes Eles Voltam (Sometimes They Come Back), baseado no conto de mesmo nome, publicado na coletânea Sombras da Noite (Night Shift). Lançado pela MGM e dirigido por Tom McLoughlin.

– No dia 16 de Julho, estreou nas TVs americanas a mini-série em 7 episódios, Jovem Outra Vez (Golden Years). Lançado pela Laurel Productions e dirigido por Michael Gornick.

– Em Agosto a Donald M. Grant, Publisher, Inc. lança A Torre Negra – Volume III: As Terras Devastadas (The Dark Tower: Volume III – The Waste Lands), dedicado a Owen.

– Em Outubro, a Viking lança a terceira e última parte da trilogia de Castle Rock, Trocas Macabras (Needful Things), dedicado a Chris Lavin.

1992

– Dia 6 de Março estréia nos cinemas O Passageiro do Futuro (The Lawnmower Man). O filme na teoria seria baseado na história O Homem do Cortador de Grama (The Lawnmower Man) do livro Sombras da Noite (Night Shift), mas a verdade era que o filme nada tinha a ver com o conto. Versões iniciais do filme o promoviam como se estivesse relacionado a King, mas o mesmo processou os produtores do filme, e conseguiu remover seu nome do título e dos créditos. O filme é dirigido por Brett Leonard e distribuido pela New Line Cinema.

– Já em Abril, é a vez de Sonâmbulos (Sleepwalkers) estrear nos cinemas, o filme é um roteiro original de King, e não se baseia em nenhuma de suas histórias. O filme é dirigido por Mick Garris e produzido pela Columbia Pictures.

– Em Maio, King e a Viking lançam Jogo Perigoso (Gerald’s Game). Dedicado para Margaret Spruce Morehouse, Anne Spruce Labree, Catherine Spruce Graves, Tabitha Spruce King, Stephanie Spruce Leonard, Marcella Spruce.

– Seis meses depois, é lançado também pela Viking, Eclipse Total (Dolores Claiborne). A princípio planejado como uma antologia unida a Jogo Perigoso. Dedicado para sua mãe Ruth.

1993


– Dedicado em memória do autor Thomas Williams, e publicado pela Viking, King lança sua terceira coletânea de contos, Pesadelos e Paisagens Noturnas (Nightmares and Dreamscapes), no Brasil e em alguns outros países divididos em duas partes.

– Em Abril é lançado nos cinemas americanos A Metade Negra (The Dark Half), distribuído pela MGM, e baseado na novela de mesmo nome. O filme é dirigido por George A. Romero.

– No mês seguinte, o público americano assistiu pela TV a adaptação em mini-série do livro Os Estranhos (The Tommyknockers), Tommyknockers: Tranquem suas Portas (The Tommyknockers), dirigido por John Power e distribuído pela Warner Bros.

– O dia é 27 de Agosto, e os cinemas americanos recebem Trocas Macabras (Needful Things), baseado na novela de mesmo nome, distribuído pela MGM e dirigido por Fraser Clarke Heston.

1994

– No dia 8 de Maio, estréia a mini-série em 4 episódios A Dança da Morte (The Stand), baseada no livro de mesmo nome. A mini-série foi distribuída pela Warner Bros. e dirigido por Mick Garris.

– Em Setembro estréia nos cinemas americanos aquela que seria considerada a melhor adaptação já feita de uma história de King: Um Sonho de Liberdade (The Shawshank Redemption), baseado no conto Primavera Eterna: Rita Hayworth e a Redenção de Shawshank (Hope Springs Eternal: Rita Hayworth and the Shawshank Redemption) do livro Quatro Estações (Different Seasons). Distribuído pela Warner Bros. e dirigido por Frank Darabont.

– Em Outubro, a Viking lança Insônia (Insomnia), dedicado à Al Kooper e Tabitha.

1995

– No começo de Março, estreia nos cinemas americanos o filme Mangler: O Grito do Terror (The Mangler), baseado no conto A Máquina de Passar Roupas (The Mangler), do livro Sombras da Noite (Night Shift), o filme é distribuído pela New Line Cinema e dirigido por Tobe Hooper.

– No dia 24 de Março estréia nos cinemas americanos, Eclipse Total (Dolores Claiborne) baseado na novela de mesmo nome. É distribuído pela Warner Bros. e dirigido por Taylor Hackford.

– No dia 27 de Março, Um Sonho de Liberdade concorre em 7 categorias no Oscar: Melhor Ator (Morgan Freeman), Melhor Cinematografia, Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Melhor Filme, Melhor Som, e Melhor Roteiro Adaptado. Incrivelmente não ganha nenhum.

– No meio de Maio, estréia na TV americana uma mini-série em 3 episódios baseado na noveleta Os Langoliers (The Langoliers), do livro Depois da Meia-Noite (Four Past Midnight), Fenda no Tempo (The Langoliers), dirigido por Tom Holland e distribuído pela Laurel Entertainment, Inc.

– A Viking lança em Junho, Rose Madder (Rose Madder), dedicado à Joan Marks.

1996

– Em Março, a Signet lança uma novela em série, ideia que King tirou de Charles Dickens, entitulada O Corredor da Morte (The Green Mile), quando a adaptação do filme é lançada no Brasil, três anos depois, a editora Objetiva muda o título do livro para o do filme, À Espera de um Milagre.

– No dia 24 de Setembro, Stephen King lança pela editora Viking a novela Desespero (Desperation), ao mesmo tempo em que lança um novo livro de Bachman, que seria uma novela gêmea de Desespero, entitulada Os Justiceiros (The Regulators), pela editora Dutton. Desespero é dedicada à Carter Withey, enquanto Os Justiceiros é dedicado para Jim Thompson e Sam Peckinpah.

– No dia 25 de Outubro estréia o último filme baseado numa história de Richard Bachman, até hoje, A Maldição (Thinner), baseado no livro A Maldição do Cigano (Thinner). O filme é distribuído pela Paramount Pictures e dirigido por Tom Holland.

– King dá adeus à editora Viking.

1997

– A Philtrum Press de King lança uma compilação de seis contos entitulada Six Stories, cinco deles já publicados no Brasil.

– Por não gostar muito da versão de Kubrick, King lança a mini-série baseada na novela O Iluminado, em Abril, é dirigido por Mick Garris, e distribuído pela Warner Bros.

– Em Maio, Michael Jackson entra para o livro dos recordes por fazer parte do clipe musical mais longo do mundo, baseado numa idéia de Stephen King, Ghosts.

– No meio de Maio estréia o telefilme A Maldição de Quicksilver (Quicksilver Highway), que contém duas histórias, uma delas baseada no conto A Dentadura Mecânica (Chattery Teeth) do livro Pesadelos e Paisagens Noturnas (Nightmares & Dreamscapes).

– Dedicado para Julie Eugley e Marsha DeFilippo, a Donald M. Grant, Publisher, Inc. lança A Torre Negra – Volume IV: Mago e Vidro (The Dark Tower: Volume IV – Wizard and Glass), em Novembro.

1998

– Mark Pavia dirige para a HBO o filme Vôo Noturno (The Night Flier), no começo de Fevereiro, baseado no conto O Piloto da Noite (The Night Flier) do livro Pesadelos e Paisagens Noturnas (Nightmares & Dreamscapes).

– Stephen King contribui para o seriado Arquivo X (The X-Files) escrevendo um episódio entitulado “Chinga”.

– A editora Scribner, que até hoje publica os livros de King, lança seu primeiro livro do autor no dia 22 de Setembro. Trata-se de Saco de Ossos (Bag of Bones), dedicado à sua filha Naomi.

– No último mês do ano estreia O Aprendiz (Apt Pupil) nos cinemas americanos. O filme é dirigido por Bryan Singer e distribuído pela Columbia Pictures. O filme é baseado no conto Verão da Corrupção: Aluno Inteligente (Summer of Corruption: Apt Pupil), do livro Quatro Estações (Different Seasons).

1999

– 14 de Fevereiro é o dia que estréia a mini-série A Tempestade do Século (Storm of the Century), roteiro original, dirigido por Craig R. Baxley e distribuído pela Trimark Pictures.

– Nasce Ethan, filho de Joseph e sua esposa Leanora.

– No dia 6 de Abril, a Scribner lança The Girl Who Loved Tom Gordon, King dedica a seu filho Owen.

– Para acompanhar a mini-série, King lança pela Pocket Books, o roteiro intacto de A Tempestade do Século (Storm of the Century) em forma de livro.

– Em 14 de Setembro, King lança juntamente com a Scribner, Hearts in Atlantis, um livro que mistura contos e noveletas que se interligam em algum ponto. Dedicado à seu filho Joe, à esposa dele, Leanora e seu neto recém-nascido, Ethan.

– Em Novembro, a Simon & Schuster Audio lançam o audiobook Blood and Smoke, com contos publicados “eventualmente” na coletânea de contos Tudo é Eventual.

– Em 10 de Dezembro estréia nos cinemas americanos À Espera de um Milagre (The Green Mile), baseado na novela de mesmo nome. Distribuído pela Warner Bros. e dirigido por Frank Darabont.

2000

– No dia 26 de Março, À Espera de um Milagre concorre ao Oscar em 4 categorias: Melhor Filme, Melhor Som, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Ator Coadjuvante (Michael Clarke Duncan) e, assim como Um Sonho de Liberdade, não ganha nenhum prêmio.

– Em 19 de Junho, enquanto caminhava tranqüilamente por uma estrada e lia um livro, King foi violentamente atropelado por um motorista descuidado que havia sido distraído por seu cão enquanto dirigia sua minivan. O acidente quase o matou.

– Em Outubro, a Scribner lança On Writing, mais um livro de não-ficção de King. Já a Book of the Month Club lançou Secret Windows, outro livro de não ficção.


– King tenta lançar novamente The Plant, desta vez em formato E-Book, ele escreve mais capítulos, e as pessoas deveriam pagar 1 dólar por cada um.

2001

– King percebe que o trato que ele fez com os fãs não está dando certo, pois os mesmos não pagam por The Plant, e ele decide abandonar o projeto. A história está sem continuação até hoje.

– Em 20 de Março, King publica O Apanhador de Sonhos (Dreamcatcher), pela Scribner, dedicado à Susan Moldow e Nan Graham.

– Em 15 de Setembro, King e Peter Straub se unem novamente para lançar o segundo livro da trilogia de Jack Sawyer, A Casa Negra (Black House), dedicado à David Gernert e Ralph Vicinanza, e publicado pela Random House.

– No dia 28 de Setembro, o diretor Scott Hicks e a Warner Bros. lançam nos cinemas americanos Lembranças de um Verão (Hearts in Atlantis), baseado no livro de mesmo nome.

2002

– Em Janeiro estréia a mini-série dirigida por Craig. R Baxley, Rose Red: A Casa Adormecida (Rose Red), roteiro original. O filme é distribuído pela Lions Gate.

– Em Março, King publica uma nova coletânea de contos, Tudo é Eventual (Everything’s Eventual), pela Scribner, dedicado a Shane Leonard.

– Em Agosto estreia o seriado O Vidente (The Dead Zone), baseado em A Zona Morta (The Dead Zone), com Anthony Michael Hall no papel de Johnny Smith. O seriado dura 6 anos, até ser cancelado em 2007.

– A Scribner publica, então, Buick 8 (From a Buick8 )  seis meses depois, King dedica o livro a Surendra e Geeta Patel.

2003

– King começa a escrever uma coluna sobre variedades chamada The Pop of King para a revista Entertainment Weekly.

– No dia 19 de Março estréia, dirigido por Lawrence Kasdan e distribuído pela Warner Bros. O Apanhador de Sonhos (Dreamcatcher) baseado na novela de mesmo nome, nos cinemas americanos.

– Dedicado para Frank Muller, a Donald M. Grant, Publisher, Inc. lança A Torre Negra – Volume V: Lobos de Calla (The Dark Tower: Volume V – Wolves of Calla), em Novembro.

2004

– No dia 3 de Março, estréia a série de apenas 1 temporada, Kingdom Hospital, ideia original de King, não baseada em nenhuma história sua. A série é dirigida por Craig R. Baxley e distribuída pela Columbia Pictures.

– 9 dias depois estréia nos cinemas americanos A Janela Secreta (Secret Window), baseada na noveleta Janela Secreta, Jardim Secreto (Secret Window, Secret Garden) do livro Depois da Meia-Noite (Four Past Midnight). Dirigido por David Koepp e distribuído pela Columbia Pictures.

– Mick Garris mais uma vez dirige uma adaptação de King, desta vez é Montado na Bala (Riding the Bullet), baseada no conto Andando na Bala (Riding the Bullet) do livro Tudo é Eventual (Everything’s Eventual). O filme é distribuído pela Lions Gate.

– Neste ano, King lança as duas últimas partes, até então, de seu épico, A Torre Negra: Volume VI – Canção de Susannah (The Dark Tower: Volume VI – Song of Susannah) em 8 de Junho, e A Torre Negra: Volume VII – A Torre Negra (The Dark Tower: Volume VII – The Dark Tower), em 21 de Setembro, no dia de seu aniversário, pela Donald M. Grant, Publisher, Inc. Ele dedica o volume VI a Tabitha King.

2005

– King resolve inovar, e publica um romance noir, pela Hard Case Crime, chamado The Colorado Kid, é dedicado à Dan J. Marlowe.

2006

– Em Janeiro, King lança mais um romance com tema apocalíptico, trata-se de Celular (Cell), publicado pela Scribner e dedicado ao escritor Richard Matheson e ao diretor George A. Romero.

– Em Maio estreia o telefilme Desespero (Desperation) baseado na novela de mesmo nome. O filme é dirigido por Mick Garris, e distribuído pela Warner Bros.

– No dia 12 de Julho estreia a mini-serie de 8 capítulos, Nightmares and Dreamscapes, baseado nos contos do livro de mesmo nome (Pesadelos e Paisagens Noturnas).

– Em Outubro depois, a Scribner publica Love: A História de Lisey (Lisey’s Story). O livro é dedicado a Tabitha.

2007

 No dia 1º de Abril, a Marvel lança os quadrinhos de A Torre Negra que cobrem as histórias mostradas em flashbacks nos livros da saga, a série tem trinta edições, e sua última edição é lançada em Junho de 2010.

 – King lança o último, até agora, livro escrito por seu pseudônimo, Richard Bachman, o livro se chama Blaze, foi dedicado à Tommy Spruce, Lori Spruce e James T. Farrell, e publicado em 12 de Junho pela Scribner.

– No dia 22 do mesmo mês, estréia nos cinemas americanos o filme 1408 (1408), baseado no conto de mesmo nome do livro Tudo é Eventual (Everything’s Eventual). É dirigido por Mikael Håfström e distribuído pela Dimension Films.

– No dia 21 de Novembro, Frank Darabont retorna com mais uma adaptação de King, desta vez é O Nevoeiro (The Mist), baseado no conto de mesmo nome do livro Tripulação de Esqueletos (Skeleton Crew). O filme é distribuído pela Dimension Films.

2008

– Duma Key (Duma Key) é lançado no fim de Janeiro pela Scribner, e é dedicado à Barbara Ann e “Jimmy”.

– No dia 11 de Novembro, King lança sua mais nova coletânea de contos, entitulada Just After Sunset, a Scribner é sua editora.

 – Em Dezembro do mesmo ano, a Marvel lança a primeira edição da adaptação em quadrinhos do romance “A Dança da Morte”, The Stand, planejada para ter trinta edições.

2009

– A Mind’s Eye Entertainment lança direto para DVD no dia 1 de Julho na Suécia, o filme Sede de Vingança (Dolan’s Cadillac), baseado no conto O Cadillac de Dolan (Dolan’s Cadillac) do livro Pesadelos e Paisagens Noturnas (Nightmares & Dreamscapes). O filme é dirigido por Jeff Beesley. Ficou para Dezembro do mesmo ano, a estréia em solo americano.

– Em Outubro, a Del Rey Comics lança a edição 0 do primeiro arco de histórias em quadrinhos baseado no livro O Talismã: The Talisman – Road of Trials.

– No dia 11 de Novembro, King lança seu mais novo épico, Under the Dome, pela Scribner, o livro tem 1074 páginas.

– Durante a turnê promovendo Under the Dome, King avisa que há uma grande possibilidade dele escrever uma seqüência para O Iluminado, entitulada Doctor Sleep, e um oitavo livro de A Torre Negra, entitulado The Wind Through the Keyhole.

2010

– No dia 17 de Fevereiro, King anuncia “Full Dark, No Stars”, uma nova coletânea de 4 noveletas a ser lançada em Novembro.

 – King anuncia a publicação uma noveleta solo em edição especial, chama-se Blockade Billy, e é lançada no dia 20 de Abril. No mesmo dia, as gravações do piloto de “Haven”, série baseada no livro “The Colorado Kid”, têm início.

 

– Em Maio, a editora Vertigo lança a primeira edição de American Vampire, uma série de histórias em quadrinhos na qual King colabora em parte no roteiro pelas 5 primeiras edições. No mesmo mês, seu conto do livro Just After Sunset, “N.” é adaptado para os quadrinhos numa mini-série de quatro edições, pela Marvel. A última edição será lançada em Agosto.

 – Em Julho, a Marvel publica a primeira edição de 30 que formam a adaptação em quadrinhos do Volume I da saga A Torre Negra, O Pistoleiro.

 – No dia 9 de Julho, estréia pelo canal SyFy, a primeira temporada de Haven, ligeiramente baseada no romance noir The Colorado Kid.

2011

– Em Março, o lançamento de King do ano é anunciado, 11/22/63.

 – No mesmo mês, King publicou uma carta aberta aos fãs, oficializando o lançamento de “The Wind Through the Keyhole”, oitavo livro da saga A Torre Negra (que cronologicamente se passa entre o livro 4 e 5), a ser lançado na primavera americana de 2012.

– Em Setembro mais um ebook se junta a “UR”, “The Plant” e “Riding the bullet”

– Em Outubro King participa da coletânea “Dear me”, escrevendo uma carta para ele mesmo.

 

Fonte da cronologia:  skbrasil.tk

Edilton Nunes

Edilton Nunes

Graduado em Letras pela UEG (Universidade Estadual de Goiás), viciado em literatura de terror/suspense, amante incondicional de séries e Hq´s e fã de carteirinha do mestre Steve há pelo menos 20 anos.

More Posts - Website - Twitter

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

4 Responses to “21/09: Stephen King completa 64 anos!”

  1. @cyberlivingdead disse:

    Que seus dias sejam longos sobre a terra-sai!

  2. Carlee disse:

    Articles like this are an exmalpe of quick, helpful answers.

  3. Leon Nunes disse:

    Simplesmente sensacional.
    Não sei onde li, ou ouvi, mas falam o seguinte. Para um escritor ser realmente um escritor, considerado bom, precisa ter sofrido. E king sofreu. No início da carreira, com absoluta certeza. E, eu tenho certeza, sofre ainda hoje.
    Vide, por exemplo, pai comprar cigarros e nunca mais voltar.
    Fora do comum.
    Eu acho (creio) que ele mereceu chegar onde chegou.
    E tem muito a dar.
    King não havia dito que no início ele apoiava a máquina de datilografar numa tábua sustentada pela máquina de lavar roupas e outro móvel?

    Continuem

    Abraços
    Leon Nunes

  4. Edilton Nunes Edilton disse:

    Concordo plenamente Leon. Ele não é rei atoa. Batalhou muito para chegar onde está. Abraços e volte sempre!

Deixe seu comentário