“Dear Me”: Tradução da carta de S.K.

noficcion4

Lembram que algum tempo atrás falamos sobre “Dear Me”, uma coletânea de cartas escritas por escritores e outras personalidades famosas para eles mesmos com 16 anos!? Pois bem, agora disponibilizamos na integra a carta que King escreveu. Nela ele fala de maneira bem breve sobre seus problemas com as drogas, um possível futuro obscuro, a proximidade da morte e sobre aproveitar ao vida ao máximo:

Bangor, ME 04401

Junho, 2010

Querido eu:

Estou lhe escrevendo do ano de 2010, quando alcancei totalmente a ridícula idade de sessenta e dois anos, para lhe dar um conselho. É simples, sério, só cinco palavras: Permaneça distante das drogas recreativas. Você tem muito talento – infelizmente, é a verdade – você também é um viciado em potencial. Se você ignorar esta carta e mudar o futuro, pelo menos dez bons anos de sua vida – 30/40 – serão uma espécie de eclipse obscuro que desapontou muitas pessoas e você não poderá desfrutar do seu próprio sucesso. Você também estará perto da morte várias vezes. Faça um favor e desfrute de um mundo mais brilhante, mais produtivo. Lembre-se que, como o amor, resistir à tentação torna o coração mais forte.

Permaneça Limpo.

Meus melhores desejos,

Edilton Nunes

Edilton Nunes

Graduado em Letras pela UEG (Universidade Estadual de Goiás), viciado em literatura de terror/suspense, amante incondicional de séries e Hq´s e fã de carteirinha do mestre Steve há pelo menos 20 anos.

More Posts - Website - Twitter

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

3 Responses to ““Dear Me”: Tradução da carta de S.K.”

  1. @cyberlivingdead disse:

    É interessante ver com o próprio King enxerga essa fase “pesada” da vida dele. Graças à Gan o King conseguiu superar as drogas e o vício em álcool antes que algo pior acontecesse. Se pudesse diria pessoalmente à ele: Parabéns por ter ficado num duelo, assim como sai Roland em Tull, enfrentado os seus demônios, vencido e ainda continuar proporcionando viagens, pelas suas histórias fantásticas, para muitos ondes e quandos! Sério, o King é um cara pelo qual tenho grande admiração!

  2. VXCVC disse:

    MAS ESCREVER LIVROS QUE É BOM NADA NEM KING? SOU FÃ DELE, MAS DESDO ACIDENTE ELE NUNCA FOI O MESMO, NUNCA MAIS ESCREVEU COMO ANTES, E ESTRAGAOU A TORRE NEGRA, ULTIMO LIVRO DE VERDADE QUE ELE ESCREVEU.

  3. Edilton Nunes Edilton disse:

    Acho que ele escreveu ótimos livros depois do acidente (vide “Under the dome” e “Love” por exemplo). Mas é uma questão de gosto rs.

Deixe seu comentário