A Torre Negra: Nasce o Pistoleiro #06

Título Original: The Dark Tower: The Gunslinger Born #06
Título Traduzido: A Torre Negra: Nasce o Pistoleiro #06
Publicação: 04/07/2007
Publicação no Brasil: 31/12/2008
Série: A Torre Negra
Arco: Nasce o Pistoleiro
Edição: 06 de 07
Número de Páginas: Aproximadamente 30
Personagens: Roland Deschain, Cuthbert Allgood, Alain Johns, Susan Delgado
Editora: Marvel Comics
Equipe Criativa: Peter David e Robin Furth (Roteiro) / Jae Lee e Richard Isanove (Arte)
Arte de capa: Jae Lee

Olá Pistoleiros de plantão! Voltamos com mais uma resenha, dessa vez a da penúltima edição do primeiro arco de histórias de Roland e seu Ka-tet, “A Torre Negra, Nasce o Pistoleiro”.

A HQ tem inicio com Cuthbert encontrando Sheemie e interceptando acidentalmente (alguns diriam que isso é obra do Ka) o bilhete que Rhea havia enviado pelo garoto para a tia de Susan, explicando que ela não era mais pura.

Enquanto isso, no repouso dos viajantes, Jonas tem seu flerte com Coral Thorin interrompido por Depape e Latigo, que o informa que Farson não ficou nenhum pouco contente em saber que havia ali visitantes do Mundo Interior e que os queria tratados como uma ameaça a seus planos. Jonas passa então a tramar um plano que envolve o assassinato do irmão de Coral, o prefeito da cidade.

Cuthbert volta para o Barra K com o bilhete interceptado em mãos e após uma breve discussão com Roland (que envolve um soco bem aplicado no companheiro de ka) ele entrega o bilhete a um Roland envergonhado por ter esquecido a face do seu pai. Alain passa então a desconfiar que a bruxa carrega consigo a Toranja de Merlim, o artefato que da a ela o poder de enxergar coisas a distância. Horas depois o ka-tet se encontra com Susan no cemitério de Hambry e lá eles traçam um plano para frustrar as intenções de Farson com relação ao destino do petróleo refinado em Citgo. Paralelo a isso, no quarto de Harth Thorin, Roy Depape leva adiante o plano de Jonas, assassinando o prefeito e deixando na cena do crime a caveira de corvo que Jonas havia encontrado anteriormente em Citgo.

Horas depois Susan acorda com a noticia de que os garotos haviam assassinado o prefeito da cidade. Ela parte então, a cavalo, imediatamente, para o Barra K. Lá encontra a cabana vazia e debaixo do assoalho consegue recuperar os revolveres de Roland. Pouco depois, na delegacia, os garotos recebem a visita de um estranho forasteiro coberto dos pés a cabeça, que logo descobrem ser Susan e que os auxilia na fuga, deixando um saldo de dois mortos no processo. Cerca de uma hora mais tarde Eldred Jonas acorda com o barulho das explosões em Citgo e decide partir para encontrar seus homens e lidar com o problema dos garotos. Antes disso ele vai até Rhea, que revela que foi Susan que ajudou os garotos a escaparem da prisão. Na Toranja de Merlim Jonas consegue ver Susan, sozinha e a HQ termina com a sugestão de Rhea de que a morte pode chegar até Susan bem antes dos garotos, caso Jonas se apresse.

Chegamos ao clímax da história em mais uma bela edição, magistralmente escrita por Peter David, (que, assim como Lee nos traços e Isanove nas cores), permanece captando bem o clima do Mundo-Médio. Assim como a história de Roland em Meijis, a hq está quase no fim. Conseguirá Eldred Jonas levar adiante seu novo plano de vingança contra os garotos que estragaram os planos de Farson? E Roland? Conseguirá chegar a tempo de salvar sua amada? Descubra em nossa próxima resenha.

Edilton Nunes

Edilton Nunes

Graduado em Letras pela UEG (Universidade Estadual de Goiás), viciado em literatura de terror/suspense, amante incondicional de séries e Hq´s e fã de carteirinha do mestre Steve há pelo menos 20 anos.

More Posts - Website - Twitter

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

One Response to “A Torre Negra: Nasce o Pistoleiro #06”

  1. @cyberlivingdead disse:

    Poxa, ao ler a HQ (mesmo tendo lido antes os livros) fiquei com a mesma agonia, tensão da poxa e você pensa nessa hora: VAI PORRA! CORRE! (desculpe pela linguagem, mas com a tensão do momento foi o que eu pensei) kkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe seu comentário