“The Wind Through the Keyhole” recebe ótimas críticas de Bryant Burnette.

A edição comercial do “The Wind Through the Keyhole” não saiu ainda,  mas Bryant Burnette teve o privilégio de ler a edição artística (que inveja!), e fez uma breve revisão sobre a obra de King, tentando não divulgar spoilers (infelizmente). Vejamos quais foram suas primeiras impressões:

 – Primeiramente, afirma que a história se encaixa perfeitamente com o resto da série, ele se sentiu como se estivesse lendo um oitavo livro que foi escrito anos atrás e, por qualquer motivo, só agora está vendo a luz do dia;

-O vento pelo buraco da fechadura, não faz absolutamente nada para manchar o legado de uma grande série de romances, ele realmente o fortalece;

– O romance tem um pouco mais de 330 páginas, e aborda um pouco mais sobre a viagem de Roland e sua tripulação em busca da Torre, conta sobre sua juventude trágica, e também sobre a transição de Jake desde a juventude à idade adulta jovem;

– Relata também que teremos três histórias: uma envolve Roland e sua equipe em se abrigar de uma tempestade, outra fala sobre uma missão que ele e seu colega pistoleiro Jamie DeCurry foram enviados ainda quando jovens, e por último conta sobre um jovem menino que vai em busca de mágica para salvar a mãe de um padrasto abusivo;

– E por fim conclui que realmente gostou do livro, pela simples razão de que ele retorna o nosso ka-tet para o estado no qual os fãs da Torre Negra mais gostaram: todos juntos, na estrada, com uma longínquo destino em mente e não tendo ideia de quanto tempo pode demorar para chegar ao seu destino.

Lana Francielle

Lana Francielle

Lana Francielle, fã de Stephen King desde a adolescência, começou a colecionar livros do Mestre desde 2002. Atualmente reside em Anápolis/GO e administra a comunidade Mundo Stephen King.

More Posts - Twitter - Facebook

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

Deixe seu comentário