Adaptação da Semana: Olhos de Gato (1985)

Título original: Cat’s Eye
Gênero: Terror
Duração: 94 Minutos
Ano de lançamento: 1985
Direção: Lewis Teague
Roteiro: Stephen King
Produção: Dino de Laurentiis, Martha de Laurentiis
Elenco: James Woods, Alan King, Kenneth McMillan, Robert Hays, Candy Clark, James Naughton, Drew Barrymore
IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0088889/

TRAILER

SINOPSE/CRÍTICA

Drew Barrymore está de volta à uma adaptação de Stephen King, mas desta vez, ao invés dela temos como personagem principal um gato (sim, você não leu errado, um gato). Meio lógico, principalmente se levarmos em conta o título do filme. “Olhos de Gato”, de 1985, adapta duas histórias diferentes de Stephen King para o cinema, com roteiro de ninguém mais ninguém menos do que do próprio Steve, além de uma que ele escreveu especialmente para o filme. As três histórias são ligadas pela passagem de um misterioso gato que surge entre uma história e outra. Por último, somos apresentados à história do próprio gato, onde descobrimos um pouco mais sobre seu objetivo e o porquê dele aparecer nas histórias.

olhosdegato

A primeira história do longa se chamada “Ex-Fumantes LTDA” e é baseada no conto de mesmo nome do livro “Sombras da Noite”, primeiro livro de contos publicado por Steve em 1978. Nele um homem que está tentando largar seu vício pelo cigarro acaba após a sugestão de um amigo, entrando para um programa para futuros ex-fumantes. Lá ele descobre que os métodos usados por eles não são muito convencionais e que parar de fumar será com certeza o menor dos seus problemas.

olhos-de-gato-1985-04

Drew Barrymore como Amanda em “Olhos de Gato” (1985)

Em “O Ressalto”, a segunda história do livro que adapta o conto de mesmo nome, conta a história de um homem que descobre que sua esposa está traindo ele com seu professor de Tênis. Acontece que ele é um homem poderoso, que não vai medir esforços para “dar uma lição” no homem e em sua esposa. Ele manda um de seus capangas prender o amante de sua esposa e o leva até seu apartamento. Lá chegando eles fazem uma aposta; seu ex-professor de tênis terá que dar a volta ao prédio inteiro pelo ressalto, o relevo do lado de fora do edifício onde ele mora. Se ele conseguir o homem lhe dará uma boa quantia em dinheiro, a liberdade e até mesmo a mulher. Caso ele rejeite a oferta ele o incriminará por posse de drogas. Desnecessário dizer que a decisão, seja ela qual for, vai mudar a vida dele para sempre, não é!?

Na última história, “O General”, ficamos finalmente sabendo mais sobre o misterioso gato que dá título ao filme. Descobrimos que ele aparecia entre as histórias para tentar defender uma garotinha de um monstro que planejava roubar o fôlego dela.

gato

O Gato interpretando O Gato em “Olhos de Gato” (1985)

Havia, na versão original do filme, um prólogo que contava as motivações do gato e explicava um pouco mais de sua história, porém os executivos do estúdio responsável pela produção decidiram cortar essa parte por achá-la muito boba, mesmo contra a vontade do diretor. Isso tornou as conexões das histórias um pouco confusas, mas, embora a produção pareça, a primeira vista, “trash demais”, o fato é que “Olhos de Gato” apresenta uma história concisa e bem estruturada. Os três segmentos foram dirigidos e escritos pelas mesmas pessoas, e isso provavelmente ajudou, apesar do corte do prólogo, a manter a linearidade do filme, que talvez tenha pecado um pouco pela escolha da trilha sonora (a impressão que fica é que ela destoa, várias vezes, do clima que o diretor pretendia passar no filme), mas que no geral funciona bem. É um filme visivelmente datado, mas ainda assim divertido e despretensioso.

CURIOSIDADES

  • Foi o primeiro filme de Steve que recebeu classificação PG-13, que significa que o filme não é indicado para crianças menores sem a orientação dos seus pais.
  • Outro filme de Steve (Comboio do Terror) também usou um cenário que aparece em “Olhos de Gato”, no caso a Ponte Isabel Holmes que fica em Wilmington, na Carolina do Norte.
  • Em um determinado trecho da história “O Ressalto”, o personagem Cressner folheia uma revista. Esta revista é a edição de Julho de 1976 da revista masculina “Penthouse”. Foi nela que essa mesma história foi publicada pela primeira vez.
  • Drew Barrymore, que interpreta a garotinha dona do gato no último segmento do filme, já havia interpretado outra personagem de Steve na adaptação de “A Incendiária”. Foi pensando na participação dela neste filme que Steve escreveu a história.
  • Dino De Laurentis, o famoso produtor italiano, falecido em Novembro de 2010, também já levou para o cinema outros trabalhos de Steve, como A Zona Morta (1983), Bala de Prata (1985) e Comboio do Terror (1986). Sua companhia também esteve envolvida em clássicos do terror como Evil Dead e a continuação de Halloween.
  • Em um determinado trecho do filme o gato da história é perseguido por um cachorro que é nada mais nada menos do que Cujo.
  • Após ser perseguido por Cujo o gato do filme quase é atropelado por um Plymouth Fury que conhecemos pelo nome carinhoso de “Christine”
  • Em uma das cenas do filme James Woods assiste “Na Hora da Zona Morta” e pergunta “Quem escreveu essa droga?”
  • A personagem da mãe de Amanda em um dos segmentos aparece lendo um livro na cama. Trata-se de “O Cemitério”, que quatro anos depois também seria adaptado para o cinema.
  • Em Portugal o filme recebeu o título “A Força do Mal”
  • Lançado no dia 12 de Abril de 1985, o filme arrecadou cerca de 13 milhões de dólares. Foi lançado em DVD pela Warner Home Vídeo em 2004, mas atualmente encontra-se fora de catálogo.

Edilton Nunes

Edilton Nunes

Graduado em Letras pela UEG (Universidade Estadual de Goiás), viciado em literatura de terror/suspense, amante incondicional de séries e Hq´s e fã de carteirinha do mestre Steve há pelo menos 20 anos.

More Posts - Website - Twitter

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

2 Responses to “Adaptação da Semana: Olhos de Gato (1985)”

  1. Tulio Cross disse:

    A Barrymore fofa nesta adaptação : ) preciso fazer um post compilando principais adaptações do Stephen e achei seu blog muito útil.

  2. Edilton Nunes Edilton Nunes disse:

    Que bom que gostou Tulio. Fique a vontade para voltar sempre que precisar rsrs. Abraço!

Deixe seu comentário