Baú do S.K: “I WAS A TEENAGE GRAVE ROBBER”: Primeira história de King publicada independentemente.

I Was a Teenage Grave Robber (Eu era um Adolescente Ladrão de Túmulos) ou “In a Half-World of Terror” (1966) foi a primeira história a ser publicada independentemente por Stephen KIng. Apareceu inicialmente de forma parcial em uma fanzine chamada ‘Comics Review’, dividida em três edições em 1965. A quarta e última edição nunca chegou a ser publicada, mas o resto do texto com a história de King foi impressa e entregue para os assinantes da fanzine… No ano seguinte, o conto seria publicado em outra fanzine, ‘Stories of Suspense’, como o título In a Half-World of Terror (Num Meio-Mundo de Terror). As duas versões são creditadas a ‘Steve King’.

Nessa história, Danny Gerad, um garoto com problemas financeiros, começa a trabalhar para um cientista maluco roubando corpos do cemitério. O cientista precisa desses corpos para experimentos e, seja lá o que ele faça, é algo bem pior que Gerad poderia imaginar.

King fala um pouco sobre esse conto em On Writing:

A primeira história que eu realmente publiquei foi em um fanzine editado por Mike Garrett de Birmingham, Alabama. (…) Ele publicou esse conto com o título de “In a Half-World of Terror”, mas eu ainda preferia o meu título. Ele era “I was a Teen-Age Grave-robber.” Super Duper! Pow!

Na verdade, King estava errado. Mike publicou o conto com o título de King, porém Marvin Wolfman republicou o conto com o título alterado.

Wolfman lembra-se de ter recebido o manuscrito de Jeff Gelb, um amigo de Mike Garret. No seu editoral da fanzine, ele escreveu:

O próximo conto de terror, escrito por Steve King, é o terceiro nessa edição. ”In a Half-World of Terror”  foi originalmente publicado por Mike Garret em seu fanzine Comics Review com um outro título. O título: (eu me encolho quando ouço isso) “I was a Teenage Grave Robber” seguramente não fez nada para a história, então quando (eeech) Woflman conseguiu a permissão para imprimir a coisa, o título mudou… A história tem a atmosfera dos filmes de terror que você vê na TV, então nós arriscamos.

Como Stephen King considera a história muito imatura, é provável que ela nunca seja republicada. Somente duas cópias completas com as três edições de ‘Comics Review’ existem hoje. Uma pertence a um colecionador e a outra a Biblioteca da Faculdade de Duke. Encontra-se também nesta biblioteca a única cópia existe que inclui o material do que seria a quarta edição, com a conclusão da história. Algumas cópias da fanzine ‘Stories of Suspense’  circulam, podendo alcançar preços de mais de mil dólares.

Sem nenhuma surpresa, esse conto é um derivado dos filmes B de ficção científica dos anos 50. No entanto, como qualquer conto da adolescência de King, é um retrospecto que ilustra como King desenvolveu suas habilidades de contador de histórias aos dezoito anos de idade.

Esse texto foi trabalhoso de se traduzir, pois King, além de repetir exaustivamente as mesmas construções frasais, ainda cometia alguns erros de sintaxe e floreava demasiadamente suas orações. Tentei manter a fidelidade ao texto, o que pode causar estranhamentos para os leitores de língua portuguesa, porém é desse jeito que King deixou escrito. Para ler esse conto, clique aqui.

.

Originalmente publicado no blog: Baú do Stephen King

Edilton Nunes

Edilton Nunes

Graduado em Letras pela UEG (Universidade Estadual de Goiás), viciado em literatura de terror/suspense, amante incondicional de séries e Hq´s e fã de carteirinha do mestre Steve há pelo menos 20 anos.

More Posts - Website - Twitter

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

One Response to “Baú do S.K: “I WAS A TEENAGE GRAVE ROBBER”: Primeira história de King publicada independentemente.”

  1. Meiry disse:

    Oi,o link para ler o conto não está abrindo, tem outro? fiquei super curiosa 😀

Deixe seu comentário