Capa do novo Livro da Torre Negra tem Homenagem a Vascaínos

A capa do novo livro da Torre Negra,” The Wind through the Keyhole”, que chega provavelmente as livrarias americanas e inglesas em abril, ficou a cargo lustrador e designer carioca Flávio Albino,  sócio do estúdio Platinum FMD com outro vascaíno, o fotógrafo Leonardo Vilella. Flávio, já foi responsável pela premiada capa de “Under the Dome”.

Segundo a Globo.com, o que pouca gente sabe, inclusive o King, é que Flávio é um vascaíno de coração e carteirinha, e costuma inserir detalhes que lembram o time carioca em suas ilustrações. Em trabalhos anteriores, colocou flâmula vascaína em ilustração encomendada pela Adobe, fabricante do Photoshop, e agora repetiu a homenagem a nação vascaína em uma das imagens que vai rechear o ” The Wind through the Keyhole”. 

Conforme verifica-se na imagem abaixo, Flávio, colocou a Cruz de Malta – na verdade, a cruz que estampa as camisas vascaínas não é a de Malta, e sim a Cruz Patée, ou Pátea, mas popularizou-se chamar a cruz vascaína de “Cruz de Malta” – na camisa de um dos protagonistas do livro. Não sei afirmar se o garoto em questão é o Jake, ou o menino que Roland foi indicado para salvar no livro:

capa do novo livro de Stephen King (Foto: arte esporte)

(Foto: Montagem sobre arte da Platinum FMD)

Segundo o Ilustrador vascaíno, ele só inseriu eferência ao gigante da Colina na última versão, já após a aprovação final do próprio Stephen King, e não sabe qual será a próxima oportunidade em que ira inserir outra homenagem a nação vascaína. Segundo ele ainda, o “objetivo permanente: levar o nome e o símbolo do Vasco para o mais longe e alto que eu puder. Sempre com critério, nunca fora do contexto, só em projetos muito bacanas”.

E você leitor vascaíno, o que achou da homenagem? E vocês torcedores de outros clubes, o que acharam da capa?

Comentem!

 

Edilton Nunes

Edilton Nunes

Graduado em Letras pela UEG (Universidade Estadual de Goiás), viciado em literatura de terror/suspense, amante incondicional de séries e Hq´s e fã de carteirinha do mestre Steve há pelo menos 20 anos.

More Posts - Website - Twitter

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

6 Responses to “Capa do novo Livro da Torre Negra tem Homenagem a Vascaínos”

  1. Wanderson disse:

    Legal o tipo de ilustração que ele faz(embora eu ache uma estupidez essa coisa de “time do coração”, mas cada um com seu gosto…), muito bem feito. Gostaria mesmo é que a capa oficial do livro fosse aquela lá em cima(predominantemente preta) do que aquela com traços de quadrinho…

  2. @cyberlivingdead disse:

    Rapaz, eu detesto futebol e carnaval, logo não achei nada demais essa “homenagem” dele, na verdade não gostei. A ilustração com o garoto ficou muito show de bola, mas igualmente prefiro a simplicidade da versão com a fechadura de fogo.

  3. Cris Deschain disse:

    Eu como vascaíno, sou obrigado a confessar que pra mim a capa deveria ser aquela da fechadura, muito boa.

    Mas a homenagem ficou legal, e não influência em nada na capa.

  4. Edilton Nunes Edilton disse:

    Também não gostei da “homenagem”. Não se enquadra… Mas enfim… Bom saber que foram brasileiros que fizeram. Essa capa com a fechadura creio que será adotada também, mas acho que será a versão paperback. Essa que o brasileiro desenhou provavelmente será capa dura.

  5. Wanderson disse:

    Acho que essa ilustração não será a capa não. De acordo com o artigo ela vai “rechear”, ou seja ilustração interna.(que nem veremos impressa nas editoras daqui, eu acho :/)

  6. Raphael disse:

    Homenagem? Ele só está defasando a história magnífica do Stephen! Ele é muito detalhista e nunca descreveu sobre um símbolo na camiseta do Jake! Por que se ele colocasse um símbolo na história, com certeza ele faria grande diferença!
    Logo, afirmo e comprovo minha opinião que o ilustrador acaba com a história quando pensa fazer homenagens de merda!

Deixe seu comentário