Adaptação da semana: Fenda no Tempo (1995)

Fenda No Tempo(Dublado)

Título Original: The Langoliers
Gênero:  Horror; Ficção Científica
Duração: 180 min
Ano de lançamento: 1995
Direção: Tom Holland
Roteiro: Tom Holland (Roteiro); Stephen King (Romance);
Produção: Mitchell Galin; David R. Kappes
Elenco: Patricia Wettig (Laurel Stevenson), Dean Stockwell (Bob Jenkins), David Morse (Comandante Brian Engle), Mark Lindsay Chapman (Nick Hopewell), Frankie Faison (Don Gaffney), Baxter Harris (Rudy Warwick), Kimber Riddle (Bethany Simms), Christopher Collet (Albert Kaussner), Kate Maberly (Dinah Catherine Bellman), Bronson Pinchot (Craig Toomey)


Trailer

Resenha

Durante um voo para Boston, dez passageiros após acordarem de um cochilo são contemplados por uma pequena surpresa: os restantes dos passageiros sumiram. No lugar de cada um, estão seus pertences pessoais: carteiras, passaportes, relógios e alguns têm até aparelhos, dentaduras, marca-passos.

Dentre os passageiros está o Comandante Engle, que viajava por causa da morte da ex-esposa. Ele tenta contato com os aeroportos e não consegue. Os aparelhos do avião funcionam normalmente, mas é como se estivessem sozinhos no mundo. Algumas cidades que eles deveriam ver as luzes pelo avião, simplesmente desapareceram. Além desse “problema”, eles ainda têm de lidar com o desespero de alguns passageiros (vide Sr. Toomey).

Conseguem pousar no aeroporto de Bangor, no Maine, mas a situação é ainda pior: todos desapareceram e o aeroporto está completamente vazio. Fora outras coisas estranhas que notaram, como o som estar abafado, as nuvens permanecem paradas no céu, os alimentos não têm gosto.

Não sabem o que fazer quando Dinah, uma menina cega, ouve um barulho estranho e assustador que se aproxima do local e avisa a todos que se ficarem por ali, certamente morrerão.

Crítica

Não lembro de quase nada desse conto – tive de ser lembrada – mas podemos ver que é uma boa adaptação. Apesar de ser um filme antigo, tentaram seguir o conto o melhor possível.

Algumas coisas poderiam ser melhores, como a interpretação de Kate Maberly que interpreta Dinah, a garota cega que tem um papel fundamental na história. Ela não demonstra tanta emoção como vemos no conto, fora que algumas vezes ela não parece realmente cega.

Mas se a interpretação de Kate é ruim, a de Bronson Pinchot é excelente. Ele interpreta o Sr. Toomey profundamente e nos passa o quanto ele é irritante e infantil.

Temos uma pequena participação de King neste filme também.

Os Langoliers no filme são extremamente feios, mas isso não se deve aos efeitos visuais da época – tá, contribui um pouco. King os descreve feios e eles são feitos conforme a descrição, o que pode deixar algumas cenas com eles engraçadas.

Eu gostei dessa adaptação. Como originalmente ela é uma minissérie com 2 episódios o “filme” é enorme, mas garante uma boa diversão.

Curiosidades

  • Quando o personagem de Dean Stockwell diz que não é possível viajar através do tempo, ele menciona parar o assassinato de Kennedy. Em Salto Quântico, o personagem de Dean Stockwell ajudou Sam (Scott Bakula) a tentar impedir o assassinato de Kennnedy através de viagens no tempo (Nota da Pri: fora que King escreveu recentemente um livro inteiro sobre isso).
  • No romance, não há vento, nem mesmo uma leve brisa quando estão em Bangor. Uma vez que isto era praticamente impossível de executar no filme, criaram um diálogo para explicar que, mesmo com vento, as nuvens não se movem.
  • O que Nick se desculpa para seu pai, o incidente atrás da igreja em Belfast, era a morte de alguns garotos. As crianças estavam manejando o que pareciam granadas de mão e Nick os abate a tiros imediatamente. Ele descobriria mais tarde que eram batatas pintadas e não granadas.
Edilton Nunes

Edilton Nunes

Graduado em Letras pela UEG (Universidade Estadual de Goiás), viciado em literatura de terror/suspense, amante incondicional de séries e Hq´s e fã de carteirinha do mestre Steve há pelo menos 20 anos.

More Posts - Website - Twitter

You can skip to the end and leave a response. Pinging is currently not allowed.

8 Responses to “Adaptação da semana: Fenda no Tempo (1995)”

  1. Lana Francielle lanafsipe disse:

    Nossa! Que coincidência! Estava lembrando desse filme esses dias…Lembro que passou na televisão a noite, e eu achei sinistro…e nem sabia que era dele na época…Quando descobri, achei bom demais, já que tinha gostado muito e de certa maneira marcou minha vida…

    Vou ver se consigo baixar o conto, se souber de algum link…

    Valeu Priscilla, pelos ótimos comentários!!!

  2. Edilton Nunes Edilton disse:

    Foi através desse filme que virei fã do King, há alguns anos, quando ele passou na época na Record. Muito bom. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler a história que deu origem a adaptação, mas tenho muita curiosidade.

  3. Humberto disse:

    Quem gostou disso foi minha tia, quando passou na Record. Eu tive que baixar para assistir.

  4. Renan disse:

    Meu, o Livro é muito bom, algumas partes são meio paradas, mas tem capítulos que te prendem muito, agora ver a adaptação pra ver se é boa quanto o livro..

  5. tutty disse:

    Renan pelo amor de Deus onde você encontrou esse livro? E por favor me envie como o nome foi publicado no Brasil.Procuro por ele há muito tempo e não encontro.

  6. Priscilla Rubia disse:

    Tutty, o livro foi publicado no Brasil com o nome “Depois da Meia-Noite”. Ele é bem dificil de encontrar mesmo, só em sebos.

  7. G.F, Keys disse:

    King sem sobra de dúvidas, mexeu e ainda mexe com muita gente. Seus romances são detalhistas, cada coisa, cada movimento. Esse filme ” Fenda no Tempo” é um filme muito bom. Uma coisa que eu noto nos filmes em si é que eles não abusam dos efeitos especiais e isso é muito bom. O Brasil deveria dar mais valor a esse mestre, tendo seus livros ainda publicados sem ser esgotados. Abraços pessoal!

  8. Edilton Nunes Edilton Nunes disse:

    Foi através desse filme, muitos anos atrás, que conheci os livros dele. Ótima adaptação, embora seja muito datada. Até hoje ainda gosto muito dela.

Deixe seu comentário